INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_260616Inverno é a estação do vinho familiar nas 16 vinícolas familiares de Jundiaí

Uma das tradições vitivinícolas mais fortes da cidade de Jundiaí, a 45 km de São Paulo, é a diversidade de suas vinícolas familiares. Com história centenária, mostram grande variedade de vinhos e também de derivados como sucos, espumantes e outros.

As estatísticas turísticas da Prefeitura mostram que a maioria dos 450 mil visitantes da cidade (base de 2014) faz o chamado turismo de um dia, com forte preferência pelo rural, especialmente durante o inverno.

Conhecida nacionalmente como Terra da Uva por ser o berço da variedade de uva Niagara Rosada em 1933, a cidade voltou ao pioneirismo em 2016 com a entrada em funcionamento do primeiro envasador móvel do País, instalado em caminhão que percorre parte dos sítios de produção de vinho.

São 16 vinícolas familiares: Adega Bella Vista, Adega Beraldo di Cale, Adega Brunholi, Adega Castanho, Adega do Português, Adega Fontebasso, Adega Juca Galvão, Adega Leoni, Adega Marquesin, Adega Martins, Adega Maziero, Adega Mingotti, Adega Negrini, Adega Santa Cecília, Adega Sibinel e Adega Vendramin.

De acordo com a secretária de Agricultura, Abastecimento e Turismo, Valéria Silveira de Oliveira, o setor vinícola mostra equilíbrio entre tradições e inovações. “A nova geração deles tem muitos pós-graduados ao lado de veteranos experientes”, afirma.

O ambiente rural e histórico do circuito vinícola é destacado também pela diretora setorial Marcela Moro como um fator especial para os visitantes. “Alguns antigos sítios que produziam vinho desde o tempo dos seus bisavós adotaram recentemente também os cuidados como vinícolas, ampliando essa rede com qualidade”, observa

Com tradições como o cuidado de evitar palavras negativas perto dos tonéis, porque “o vinho é sagrado”, essa rede de propriedades familiares tem raízes ainda mais profundas com o registro de videiras na cidade desde o século 17. Esse aspecto, estimulado pelo clima da região, foi depois fortalecido com a imigração italiana no século 19.

Além dos vinhos branco, tinto ou rosado produzidos com diversas variedades de uvas nas versões seco, suave e doce, essa rede apresenta também licores e alimentos artesanais.

Entre as novidades destacadas pelo presidente da Cooperativa Agrícola dos Produtores de Vinho de Jundiaí (AVA), Amarildo Martins, estão os espumantes de uva Niagara Rosada. E a crescente qualidade do setor deve ser consolidada pelos laboratórios do primeiro curso técnico de enologia e vinicultura do Estado de São Paulo, em implantação na Escola Técnica Estadual Benedito Storani.

O espaço das adegas também é atração anual de verão na Festa da Uva de Jundiaí, que passou de 32 mil visitantes em 2012 para 170 mil visitantes em 2016, após a retomada do seu formato comunitário, com homenagens a práticas ancestrais, como a pisa da uva. No inverno, o circuito vitivinícola é uma oportunidade de contato direto com essa história.

Fonte: jundiai.sp.gov.br

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai  #jundiai  #informativojundiaiyarid

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>