MERCADO IMOBILIÁRIO

TEMPLATE_300516Mercado de imóveis usados cresce e estimula venda para moradores

Com o delicado momento econômico do cenário nacional, os imóveis ganham um novo perfil de compradores. Durante a convenção administrativa do Conselho Regional de
Corretores de Imóveis (CreciSP), realizada em um hotel de Jundiaí, o presidente da entidade, José Augusto Viana Neto, disse que a ausência de lançamentos estimula as vendas de imóveis usados, e com isso o público comum, formado por compradores que desejam nova moradia, ganha espaço.
“Percebemos que o mercado está se tornando mais humanizado. Isso acontece porque os investidores, que buscam lançamentos e muitas unidades, deixam as oportunidades para quem realmente precisa adquirir um imóvel, como o público composto por jovens casais e moradores que desejam sair do aluguel”, revelou José Augusto ao JJ Regional.
Um fator que estimula a queda do preço do metro quadrado é o reajuste anual abaixo da inflação acumulada em 12 meses. “Em 2015, o imóvel valorizou 3,8%, índice bem inferior à inflação. A expectativa é que, neste ano, a valorização seja menor ainda, e isso favorece a aquisição”, opinou. Entre os compradores, o presidente do CreciSP aponta, como prioridade, quem precisa de apenas uma unidade. “Dados do último ano mostram 1,4 milhão de casamentos no País e 800 mil divórcios. Neste nicho já temos 2,2 milhões de interessados e possíveis compradores.”
Alternativa – Ciente das restrições impostas pela Caixa Econômica Federal, que agora financia 50% do valor do imóvel – ante os 75% pré-crise -, José Augusto orienta aos compradores algumas medidas para fugir do financiamento tradicional. “Há bancos privados que estão fortalecendo o segmento de financiamento. Em contrapartida, muitas construtoras já adotam financiamentos próprios, e o cliente pode negociar toda a forma de pagamento no momento da compra. Por este motivo é importante pesquisar e pechinchar.”
Com as novas opções, o presidente do CreciSP adianta que o setor imobiliário vai viver momentos semelhantes ao que aconteceu nas décadas de 1980 e 1990. “Sem o financiamento popular, o mercado terá que se virar sozinho. Apesar das dificuldades, há uma tendência de crescimento orgânico, que é sustentado por si próprio.”

Fonte: Jornal de Jundiaí.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

 

 

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_290516Cooperativa de vinho é pioneira em “caminhão envasador”

Um caminhão equipado com um envasador móvel de vinho das pequenas adegas de Jundiaí, com capacidade para higienizar garrafas, engarrafar o vinho, colocar a rolha e depois colocar o rótulo e tudo isso sem balançar os tonéis em que o líquido fermentou, por pelo menos seis meses, garantindo ainda mais sua qualidade. Esse projeto inédito no Brasil foi elaborado e concretizado pela Cooperativa Agrícola dos Produtores de Vinho de Jundiaí (AVA).

“Não é um passo, é um salto gigantesco. A partir dessa visão do setor em Jundiaí temos um exemplo a ser seguido em todo o Brasil”, afirma o presidente da AVA, Amarildo Martins.

 

O lançamento foi dedicado pelas 16 adegas de vinho familiar envolvidas no projeto ao criador da associação em 2002, depois transformada em cooperativa, José Boschini. Também fazem parte da lista as adegas Beraldo di Cale, Vendramin, Maziero, Fontebasso, Juca Galvão, Mingotti, Negrini, Oliveira, Leoni, Marquesim, Sibinel e Português, um produtor de vinagre (Tosin), uma paróquia (Senhor Bom Jesus) e uma consultoria técnica.

 

O conjunto do equipamento é formado por envase para vinho, envase para degorge de champenoise, desengaçadeira de uva (italiana, para até cinco toneladas por hora), envasadora com quatro bicos, prensa pequena pneumática, prensa horizontal à membrana (com sistema a vácuo), sistema de prensagem por depressão, encapsulador de espumante semiautomático e caminhão com plataforma de embarque para 1,5 mil quilos.

 

“Compramos o caminhão e fomos buscar parte dos equipamentos com fornecedor que topou o desafio, no Rio Grande do Sul”, conta Evandro Marquesim, que fez a viagem de volta com o pai Aristeu em uma carona de caminhão de suco de uva que vinha para São Paulo. O seu avô Aquilino, de 88 anos, comentou no lançamento que seu próprio avô esteve entre os imigrantes da primeira leva de Jundiaí, em 1888, no núcleo colonial que formou a Colônia e sua área rural, que é a região do Caxambu.

 

“Ainda não tinha nem a Niagara Rosada, que surgiu na própria cidade em 1933. Era do tipo Corbina misturado com a variedade Isabel”, lembra ele. Agora, essa história é renovada pelas inovações tecnológicas sem perderem a referência. Evandro compara a capacidade do equipamento italiano de desengaçadeira de uva a 3 mil pés trabalhando na antiga pisa.

 

Em Jundiaí, a maioria das adegas familiares prepara o vinho de dezembro a janeiro e o produto fica bom para consumo a partir dos meses de julho ou agosto.

Fonte: Jundiaionline.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai  #jundiai  #informativojundiaiyarid

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

VOCÊ SABIA?

TEMPLATE_270516A maior casa do Brasil é residência do sócio majoritário da Rede TV, Amilcare Dallevo, de sua esposa, a apresentadora Daniela Albuquerque e da filha do casal Alice, além dos cachorros da família.
O casal chegou, inclusive, a encomendar um projeto ao arquiteto centenário Oscar Niemeyer, porém sua proposta modernista, em concreto armado, desagradou Daniela.
Daniela queria uma casa em um estilo mais clássico, segundo a apresentadora eles
contrataram um arquiteto, mas quem decidiu tudo foram eles, o arquiteto só desenhou! – O que dizer depois disso?
Bem, o projeto idealizado por Daniela e Amilcare possui 2 blocos, com um imenso jardim ao centro. Estes blocos são unidos por uma passagem no subsolo, que também abriga 50 vagas de garagem cobertas.
Ao total são 18 quartos e 14 banheiros, somente o quarto do casal tem 1200 m². A casa tem um cinema com 50 lugares, um aquário de 8 metros de comprimento, uma piscina interna aquecida e outra externa, 2 heliportos e um hangar para 8 helicópteros. E cada um tem área de home office com 90m².
Sua localização fica próxima a empresa TecNet, também de propriedade de Amilcare, em um condomínio fechado de luxo, Alphaville 9 em Barueri, próximo a capital paulista.

Ao ser criticado por diversos meios sobre o exagero da obra, Dallevo respondeu que trabalha desde os 12 anos de idade quase 12 horas por dia, e se quisesse fazer uma casa do tamanho do estádio do Morumbi faria. Bem, ele realmente fez, e agora é a maior casa do Brasil.
A maioria das mansões brasileiras tem até 2.000 mil m² de área construída, com exceção da casa de Amilcare Dallevo e do banqueiro Joseph Safra.
Para efeito de comparação, a maior casa do Mundo fica em Mumbai na Índia e tem 37 mil m², custou quase 700 milhões de dólares e foi avaliada em 1 bilhão de dólares este ano.

Fonte: Arquidicas.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

 
……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

MERCADO IMOBILIÁRIO

TEMPLATE_230516Como o afastamento de Dilma influencia o mercado imobiliário

Resultado traz perspectiva de resultados mais positivos para o setor ainda neste ano.

O processo de impeachment de Dilma Rousseff foi aprovado pelo Senado, com 55 votos. Com o afastamento de 180 dias, e a posse interina do vice Michel Temer, o cenário do mercado imobiliário deve sofrer mudanças em sua atual situação.

Ao que tudo indica, a instabilidade política deve acabar, o que afetava diretamente diversos setores e ainda ajudava no aumento da crise econômica.

Veja o que pode mudar com o processo de impeachment de Dilma aprovado:

A aprovação do impeachment é vista como uma melhora nas perspectivas, principalmente pelo resgate da confiança de uma retomada das atividades econômicas. “Existe uma perspectiva em relação à agenda econômica do governo Temer e os investidores estão apostando que tenha uma melhora com o afastamento de Dilma porque existe uma visão que o novo governo teria mais condições de enfrentar as dificuldades”, analisa Danilo Igliori, chairman do DataZAP, área de inteligência imobiliária do ZAP.

Desta forma, existe uma perspectiva de resultados mais positivos ainda neste ano, iniciando de forma lenta e ganhando força com a retomada da confiança. “Existe perspectiva que o dólar se desvalorize, que os juros caiam, que a inflação fique mais segura e o crédito seja ampliado”, reforça. Todos esses indicadores influenciam diretamente no mercado imobiliário, melhorando a economia, passando mais segurança para as incorporadoras e dando melhores perspectivas para quem deseja investir em um imóvel.

Fonte: g1.globo.com

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_220516Projeto alemão tem linhas e traços de artista jundiaiense

O desenhista jundiaiense Osmar Arroyo passou por uma experiência única durante o mês de abril. Responsável por toda a parte artística do projeto “Voices of Fire”, ele esteve na turnê da banda alemã de metal a cappella Van Canto. “Foi um trabalho muito complexo, pois traz ilustrações em preto e branco com pontilhismo, ilustrações
digitais com cores, modelagens digitais de personagens e a escultura natural em argila
sintética para a imagem da capa final do disco”, afirma.

Osmar conta que tudo começou quando ele apresentou, por e-mail, seus trabalhos para a banda e, quatro meses depois, o vocalista Philip Dennis Schuncke entrou em contato com uma vaga ideia do projeto. “No começo, eu fiz alguns desenhos de acordo com o que foi passado e estes foram apresentados ao alemão Chistoph Hardebusch, um dos maiores escritores da Alemanha no estilo fantasia, que também está no projeto. Em menos de um mês recebi o convite para fazer parte do time”, lembra.

A rotina do desenhista era de 14 horas de trabalho fazendo ilustrações e muita dedicação, já que estaria levando o nome de uma das bandas mais conhecidas na Europa. A ideia inicial se transformou em letras e acordes musicais, cujos esboços Osmar mandava por Skype para aprovação.
“Durante a turnê na Alemanha, Philip e eu relembrávamos o ocorrido e ele me disse que por conta da minha iniciativa de procurá-los foi que toda a ideia do novo projeto surgiu. Nas palavras dele, ‘eu sou responsável direto pela criação do novo álbum.’ Isso é muito gratificante para mim.”

Emoção – A banda convidou Osmar para os primeiros shows, em abril, na Alemanha, para divulgação do álbum e ele era apresentado como artista oficial do projeto. “Me senti praticamente como um membro da banda. Compartilhava dos mesmos camarins que eles, viajava e dormia no ônibus oficial, dava autógrafos e fazia muitas fotos com os fãs.”

De coração – Osmar também conta que quase no final do projeto ele olhou para a peça de argila, que deu origem à capa do CD e do livro, e sentiu que o amuleto criado deveria servir como um objeto de leilão beneficente e o dinheiro revertido para uma instituição de caridade conhecida da banda. “Não sei explicar. Não era para esse amuleto ficar pendurado na minha parede. Para mim, o momento mais emocionante nos shows era quando a banda divulgava a doação para a instituição ‘Save the Children’ e o público aplaudia com muita emoção.”

Voices of Fire – O álbum da banda faz parte de um projeto crossmedia com o escritor alemão que fará um livro de fantasia medieval chamado de “Feuerstimmen”, além de projetos de ilustração em mediabook, divulgação especial e o próprio CD.

Fonte: Jornal de Jundiaí.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai  #jundiai  #informativojundiaiyarid

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

VOCÊ SABIA?

TEMPLATE_200516Dormir numa bolha? Sim, é possível…

O projeto Bubbles in the Sky fornece estruturas transparentes e adaptáveis a qualquer cenário, urbano ou rural, e permite dormir numa bolha. Sim, dormir numa bolha, leste bem. E esta modalidade de estadia – ou aventura – já pode ser concretizada em Portugal.

“As nossas ‘bubbles’ (bolhas) são ótimas para criar uma experiência única e exclusiva”, disse o representante da marca em Portugal ao suplemento do Público P3, revelando que um dos primeiros clientes é o Moinho do Maneio.

De acordo com a publicação, estes alojamentos/bolhas estão disponíveis em oito cores e oferecem a possibilidade de personalização gráfica, existindo algumas peças/divisões que se complementam.

O principal pré-requisito para montar uma destas bolhas é a existência de um espaço adequado à implementação deste equipamento, que está preparado para as intempéries, é muito silencioso e amigo do ambiente. “É um novo tipo de negócio na área da hotelaria que combina uma oferta insólita de alojamento com custos muito inferiores aos habituais neste setor”, adiantou o responsável.

03eyeinthesky_1024x68204eyeinthesky_1024x68205eyeinthesky_1024x68206eyeinthesky_1024x682

Fonte: Idealista.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

DECORAÇÃO

TEMPLATE_160516Veja como ter um banheiro mais ecológico

Recursos como descargas e chuveiros econômicos ajudam a reduzir a consumo de água

A preocupação com o meio ambiente aumenta cada dia mais. E a discussão não se restringe apenas em relação ao que é consumido, mas, principalmente, no destino que é dado ao que se consome. Por isso, é natural que a onda da sustentabilidade invada também os banheiros.

De acordo com a arquiteta Daniela Penna, os banheiros verdadeiramente ecológicos são aqueles que não mandam os dejetos para o esgoto da forma tradicional. “Imagine que tudo que sai do nosso banheiro precisa ser coletado, separado da água e levado para um aterro sanitário – e a água restante, tratada para ser devolvida à rede. O processo todo é caro e em geral bastante poluente”, afirma a especialista. “O ideal seria usar um vaso sanitário que separa a urina das fezes, e um sistema de tratamento em que cada uma é armazenada e preparada para uso como fertilizante”.
Segundo Daniela, o custo para execução de um banheiro assim não é tão elevado, mas exige espaço e conhecimento. De toda forma, é possível adotar uma série de medidas para tornar o uso do banheiro mais ecologicamente correto. A mais fácil delas é a economia de água.

 

“Hoje a maioria das bacias com caixa acoplada tem um acionamento dual, que permite escolher entre uma descarga com mais água, para resíduos sólidos, ou menos, para a urina. Mesmo a descarga mais “forte” usa somente 6 litros de água, bem menos do que as antigas. Há também vários chuveiros econômicos – o consumo pode cair de 28 litros por minutos para até 10 litros”, diz. Para quem não quer trocar o chuveiro, é possível comprar um redutor que fica dentro da peça e diminui a vazão de água.

Mas, para quem mora em casa, as opções são mais amplas. Comprar um reservatório para armazenar água da chuva, por exemplo. “Esta caixa fica conectada a um filtro e a água pode ser usada para alimentar as descargas e torneiras de uso geral, reduzindo muito o consumo. Estas soluções devem ficar cada vez mais baratas e acessíveis, e a gente começa a pensar diferente: entendemos que estes recursos, que pareciam inesgotáveis, podem acabar se não soubermos como usar.”

Fonte: Zap Imóveis.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_150516Jundiaí analisa ação local de propostas globais para biodiversidade

Uma equipe de técnicos da Prefeitura e da Dae participou, nesta quinta-feira (5), de uma videoconferência estadual sobre meios de os municípios ajudarem no combate mundial à extinção de espécies, habitats e ecossistemas.

A iniciativa foi da diretoria ambiental da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente e o evento contou com palestrantes do “ICLEI (Local Governments for Sustainability)”, rede que abrange mais de mil cidades de todo o planeta.

 

Dentro do âmbito do Programa Município Verde e Azul, o evento dialogou também com o trabalho do Plano Diretor Participativo e de alguns de seus subprogramas, como o plano municipal de mata atlântica e cerrado.

 

O evento analisou o contexto das chamadas metas de Aichi (2011-2020), que abrigou a conferência mundial das Nações Unidas na cidade de Nagoya, no Japão.

 

Esse acordo internacional faz parte da Convenção da Diversidade Biológica, um dos documentos surgidos naConferência Mundial para o Desenvolvimento e Meio Ambiente (Rio-92) que se voltou para a conservação dos ecossistemas do mundo com seus animais, plantas, microorganismos e elementos não-vivos integrantes do sistema vital. Também apontou para o uso sustentável e para a repartição justa de benefícios desse uso, formando os três eixos da convenção, nascida em conjunto com a Convenção do Clima, que gerou o recente Acordo de Paris, a Agenda 21 e a Convenção da Desertificação.

 

Passados 25 anos do histórico encontro no Rio de Janeiro, o trabalho segue em meio a uma das maiores taxas de extinção de espécies e destruição de habitats de todos os tempos. Mas, além dos acordos entre países, a ação local pode fazer grande diferença.

 

“As cidades já concentram a maior parte da população mundial e podem fazer muita diferença, como mostrou o evento, na adoção de medidas que reduzam o consumo de energia, o uso de matéria-prima não sustentável, a geração de resíduos ou a destruição dos habitats. Também ao evitar a impermeabilização do solo e cuidar do ambiente urbano, estimulando a mobilidade não-poluente e a qualidade do convívio humano”, afirma a secretária de Planejamento e Meio Ambiente, Daniela da Camara Sutti.

 

Ação pioneira
Com grande parte das metas ao alcance de iniciativas locais, Jundiaí trata desses objetivos como parte do Plano Diretor Participativo, que equilibra inclusão social, conservação ambiental e desenvolvimento econômico, em aspectos como o levantamento de 928 fragmentos urbanos de mata atlântica e cerradode 1.400 nascentes de água e de fortalecimento da zona rural e da qualidade dos bairros, que estimula a mobilidade não-motorizada e um cotidiano de baixo carbono.

 

O processo também vai gerar subprodutos, como a organização do plano municipal de mata atlântica e cerrado, do futuro programa de remuneração de serviços ambientais e outros.

 

“Uma videoconferência desse tipo estimula nossa equipe no aprimoramento da agenda municipal estratégica e é muito oportuna porque há uma força-tarefa intersecretarial desenvolvendo o plano municipal da Mata Atlântica e Cerrado. Dessa maneira, Jundiaí se coloca novamente à frente na questão ambiental e alinha as metas de Aichi, da COP 10 a essas proposições voltadas à redução da perda da biodiversidade no mundo“, afirma o diretor Marcelo Pilon.

Fonte: jundiaionline.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai  #jundiai  #informativojundiaiyarid

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

 

 

LOCAÇÃO DE IMÓVEIS E ADMINISTRAÇÃO DE LOCAÇÃO

TEMPLATE_120516Competência e Segurança

A Yarid Consultoria Imobiliária possui procedimentos céleres, seguros e modernos, com assistência jurídica especializada em direito imobiliário em todas as etapas de uma locação imobiliária.

1 – Análise minuciosa da idoneidade dos candidatos à locação;

2 – Elaboração de minutas em atenção às melhores técnicas contratuais;

3 – Vistoria inicial detalhada com fotos e memorial descritivo;

4 – Cobrança de aluguéis via boleto bancário;

5 – Fornecimento de extratos de pagamentos e repasses;

6 – Elaboração de informes de rendimentos;

7 – Área restrita em site com boletos atualizados, 2as. vias, extratos, informes e relatórios;

8 – Envio de nota fiscal de prestação de serviços mensalmente, via e-mail;

9 – Cobranças jurídicas e extrajudiciais sem pagamentos de honorários advocatícios;

10 – Índices de inadimplência abaixo do mercado;

11 – Taxa de Administração fixada no mínimo da Tabela de Remuneração do CRECI/SP.

Acesse: www.yaridimoveis.com.br/adm-locacao

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

 

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_080516Centro turístico funciona ininterruptamente em Jundiaí

A Prefeitura está fazendo em média 300 atendimentos mensais no Centro de Informações Turísticas (CIT), que funciona todos os dias em frente ao Parque Municipal Comendador Antonio Carbonari, o Parque da Uva, na avenida Jundiaí. O trabalho complementa os meios ampliados pela atual gestão do município com a criação do portal do Turismo e com os materiais de apoio para as Rotas Turísticas, que alcançam também milhares de moradores e turistas.

“O trabalho é importante ao formar uma referência para esse crescente segmento da economia em nossa cidade, afirma a secretária de Agricultura, Abastecimento e Turismo. Valéria Silveira de Oliveira.

No levantamento mais recente, de 2014, o patamar de visitantes de outras cidades a Jundiaí alcançou mais de 450 mil pessoas (na maioria parte em turismo de lazer, seguido pelo turismo de negócios). Essa tendência levou o município a ser reconhecido no grupo A/B do Ministério do Turismo e também no grupo prioritário para a classificação de interesse turístico do Governo do Estado.

O Centro de Informações Turísticas (CIT) funciona diariamente das 8h às 18h e recebe contatos também pelo telefone (11) 4521-9644 ou pelo correio eletrônico turismoinformacoes@jundiai.sp.gov.br. O local também é sede de correspondência do Circuito das Frutas.

Atrativos
O principal motivo de atendimento do serviço presencial, afirma a estagiária Camilla Buscharioli, é a localização dos atrativos e serviços oferecidos pela cidade. Futura turismóloga, ela faz parte da equipe que inclui também Layana Cheliga, Amanda Ferreira e Bruna Chavelli. Outro destaque é a época de eventos, como a Festa da Uva, a Feira da Amizade, a Virada Jundiaí entre outros.

“A Festa da Uva, aliás, passou de pouco mais de 30 mil visitantes na última edição terceirizada, em 2011, para 167 mil visitantes neste ano, depois da retomada do formato comunitário e de valorização de talentos locais implantada a partir de 2013”, destaca a diretora, Marcela Moro.

No espaço do CIT também são encontradas amostras de produtos de artistas do programa Jundiaí Feito à Mão e materiais de divulgação de atrativos e agências de turismo receptivo da cidade, além de outros do próprio Circuito das Frutas.

Fonte: jundiai.sp.gov.br

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai  #jundiai  #informativojundiaiyarid

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br