TECNOLOGIA

TEMPLATE_04041611 aplicativos que ajudam a decorar e transformar a sua casa

Que tal contar com a tecnologia para redecorar um ambiente? Veja abaixo uma lista de aplicativos que podem ajudar você a mudar o seu lar

Testar uma cor diferente na parede, um piso novo, criar uma composição de quadros ou até montar o closet perfeito. Agora você pode fazer tudo isso e muito mais usando aplicativos para smartphones e tablets, simulando diversas possibilidades antes de investir na transformação. Abaixo conheça algumas ferramentas que ajudam você a deixar o seu lar do jeito que sempre quis:

1. Simulação de cores na parede
Está pensando em trocar a cor de algum ambiente ou de uma parede? O aplicativo Crie Suvinil permite fazer testes de cores em fotos de ambientes reais. Estão disponíveis mais de 1.500 opções de tons da marca para que os usuários possam fazer os mais variados testes. O mais legal é que também dá para saber como a tonalidade irá reagir sob a incidência de luz solar, lâmpadas ou sombras específicas dos ambientes.

2. Criar a decoração de ambientes
O Tok & Stok DecoRA possibilita, por meio de uma fotografia do ambiente, combinar ao mesmo tempo vários produtos em 3D comercializados nas lojas da marca. Assim, antes de comprar, já é possível ver como aquela peça que você está namorando há um tempão ficará na sua casa. O usuário também consegue trocar a cor ou acabamento do produto testado, de acordo com as opções disponíveis no catálogo da rede. Ficou na dúvida sobre o resultado da combinação? Você pode compartilhar a imagem nas redes sociais e pedir a ajuda dos amigos.

3. Antes de trocar revestimentos
Será que aquele piso lindo combina com os móveis da casa? Pelo aplicativo Conceito Duratex, você pode testar diversas opções de pisos, todos do portfólio da marca, além de simular a utilização de painéis de madeira nos ambientes. A ferramenta é indicada para todo o tipo de usuário: arquitetos, designers, marceneiros e consumidores finais.

4. Para escolher os eletrodomésticos certos
Cozinhas e áreas de serviço estão cada vez menores nas construções atuais, por isso, é preciso cuidado na hora de comprar móveis e, claro, eletrodomésticos para esses ambientes. Uma ferramenta útil nesse momento é o aplicativo MEPRO – Meça e Procure. Ele indica quais são os itens (como fogão, geladeira e micro-ondas, por exemplo) mais indicados para cada espaço da cozinha e da lavanderia da sua casa, usando como base as dimensões do local onde o aparelho será instalado (largura x altura x profundidade). Para apresentar as opções, o aplicativo também considera as principais marcas, modelos e categorias de preço disponíveis no mercado.

5. Quadros sem erro
Tem dúvidas sobre quais quadros combinar na parede? E a moldura, qual escolher? O Emolduras permite que você fotografe as peças que quer pendurar, combinando-as virtualmente com diversas molduras diferentes e, o melhor, tudo isso pode ser feito sobre a imagem do próprio ambiente a ser decorado. Além disso, o app também permite solicitar um orçamento diretamente com a loja.

6. Para encontrar a cor dos seus sonhos
Sabe aquela cor linda que você viu em uma peça de roupa ou em um item decorativo na casa de alguém? Com o aplicativo Color Snap, da marca de tintas Sherwin-Williams, é possível tirar uma foto desse tom e descobrir o código exato da nuance ou de alguma outra bem semelhante.

7. Ferramenta de nivelamento
O iHandy Level é a versão digital do bom e velho prumo, usado em canteiros de obras para medir os níveis de superfícies das construções. A ferramenta também ajuda a nivelar quadros na parede.

8. Crie ambientes completos
Virtualmente, por meio do app Homestyler Interior Design, é possível decorar um ambiente por completo. Com a ferramenta você pode fotografar o espaço e adicionar sobre a imagem modelos 3D de móveis, tapetes, luminárias e outros acessórios decorativos. Além disso, é possível mudar também o revestimento do piso e a cor das paredes. O app já possui versão em português.

9. Todas as medidas da casa guardadas
Com o app Photo Measures, você pode fotografar todos os ambientes e móveis da sua casa e marcar suas dimensões. Assim, quando for comprar alguma outra peça para o lar, poderá consultar cada medida e saber se o novo item vai caber.

10. Closet na medida
Com o Autoclosets Mobile, você consegue desenhar o seu próprio closet. É só selecionar o número de módulos para o seu armário e adicionar as larguras e alturas das peças. Com isso, a ferramenta gera a imagem do closet e você pode salvá-la como PDF ou JPG para apresentar ao marceneiro, que poderá avaliar se a ideia é viável ou não.

11. Cores novas em tempo real
O app Coral Visualizer traz a tecnologia de realidade aumentada, que permite simular virtualmente novas cores nas paredes e enxergar o resultado em tempo real, conforme o usuário move a câmera pelo cômodo. Isso acontece porque a ferramenta detecta a diferença entre parede, móveis e demais objetos no ambiente. São mais de 2 mil opções de tonalidades. Pelo aplicativo, o usuário também consegue definir a quantidade de tinta que será usada e onde encontrá-la em um local próximo de onde está.

12. Ideias de decoração
No aplicativo de Casa e Jardim você encontra 500 dicas com soluções de decoração, arquitetura e paisagismo. Há ideias para organizar os brinquedos das crianças, exibir as fotos da família, dar cara nova aos móveis gastando pouco e muito mais. Na seção de “paisagismo”, estão sugestões de espécies para diferentes condições e arranjos inusitados para você se inspirar. Já em “arquitetura”, os temas são revestimentos, materiais, integração de ambientes, entre outros. Basta deslizar lateralmente para passar entre as imagens que, com um toque, são ampliadas. Mais um toque e o texto revelará os segredos de decoração por trás das fotos. É possível também buscar por palavras específicas, para encontrar a solução exata para cada questão. Você ainda pode adicionar o que mais gostou aos “favoritos”.

Fonte: Casa e Jardim.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_030416Secretaria de saúde alerta população sobre o vírus H1N1

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, alerta a população a ficar atenta aos sintomas da Influenza, causada pelo vírus H1N1, que são febre alta (maior que 39 graus), dores de cabeça e musculares intensas, cansaço extremo, tosse contínua e seca, ardência nos olhos, além de calafrios frequentes. Na presença desses sintomas é importante procurar imediatamente um serviço de saúde e não tomar medicamentos sem orientação médica, pois a automedicação pode ser prejudicial ao quadro clínico. Em Jundiaí foram confirmados dois casos da doença.

A rede pública de saúde de Jundiaí está abastecida com o medicamento antiviral indicado para os casos de gripe H1N1, o Oseltamivir (Tamiflu®), ofertado na rede hospitalar e pré-hospitalar pública e privada, quando prescrito pelo médico após a identificação dos casos suspeitos.

Vacinação
Neste ano, a campanha nacional de vacinação contra gripe comum e gripe H1N1 será no período de 30 de abril a 20 maio, direcionada, principalmente, a alguns grupos prioritários: crianças entre 6 meses até 5 anos, pessoas com mais de 60 anos, gestantes, profissionais de saúde e portadores de deficiências imunológicas ou doenças crônicas não transmissíveis (hipertensos, diabéticos, obesidade mórbida).

Os usuários desses grupos que tomaram a vacina o ano passado encontram-se imunizados até o início da próxima campanha, quando devem procurar os serviços de saúde para atualizar a dose. Àqueles que não se vacinaram em 2015 podem procurar sua Unidade Básica de Saúde (UBS) para se imunizar.

Prevenção
Como na gripe comum, o vírus Influenza A é contraído pelas vias aéreas superiores (narinas, boca e garganta), podendo causar a gripe H1N1, que pode ser transmitida de pessoa a pessoa, especialmente através de secreções respiratórias (tosse, espirro). Dessa forma, é importante que sejam tomadas medidas de prevenção com o objetivo de evitar a proliferação do vírus, o agravamento de sintomas ou mesmo possíveis infecções secundárias.

Entre as principais medidas, destacam-se:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, principalmente depois de tossir ou espirrar (nesses casos cobrir a boca com lenço descartável);
  • Evitar tocar o rosto, principalmente os olhos, nariz ou boca, especialmente após contato com superfícies;
  • Manter os ambientes ventilados, evitando aglomeração de pessoas;
  • Evitar compartilhar objetos de uso pessoal como copos, talheres e toalhas;
  • Ingerir alimentos ricos em vitamina C (ou na forma de pastilhas);
  • Ingerir bebidas quentes como chá, café ou infusões. Bebidas quentes depositam o vírus no estômago, onde ele não sobrevive em função do PH local;
  • Fazer gargarejos com água morna e sal. Essa é uma medida simples e muito eficaz, visto que o vírus não resiste à água morna contendo sais. A mistura também pode ser utilizada na higienização das narinas.

Fonte: jundiai.sp.gov.br

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai  #jundiai  #informativojundiaiyarid

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

 

VOCÊ SABIA?

TEMPLATE_010416Entrega das chaves do imóvel exige atenção redobrada

A maioria dos brasileiros usa os rendimentos e a poupança de anos de trabalho para concretizar o sonho da casa própria. Além dos cuidados necessários ao escolher o imóvel – com localização, preço, condições e metragem adequados – e atenção a todas as questões de contrato e financiamento, não dá para relaxar no momento mais aguardado, que é a entrega das chaves. Na hora de ocupar o imóvel, é preciso redobrar a atenção e manter os olhos bem abertos para checar possíveis indicadores de vícios de construção ou defeitos na obra.

“A vistoria bem feita é o primeiro passo para a moradia adequada”, alerta a advogada Lucíola Lopes Corrêa, do escritório Roberto Pereira Advogados Associados.

A especialista em direito imobiliário, Josiclér Vieira Beckert Marcondes, sócia do escritório Katzwinkel & Advogados, explica que o contrato de compra de imóvel novo, adquirido na planta ou mesmo pronto, vem acompanhado do memorial descritivo dos materiais a serem utilizados na obra. “Assim, a vistoria final, a ser feita na presença do comprador e representante da construtora ou incorporadora, convém levar o memorial descritivo para comparar como os materiais foram efetivamente utilizados no imóvel, de tal forma a confirmar as especificações de qualidade dos materiais instalados”, diz.

Materiais

Ao fechar contrato com a construtora, o comprador recebe uma proposta que contém todas as características do imóvel. Na hora de receber o bem, é preciso conferir se o que está no contrato existe de fato na edificação. Para isso é recomendável que levar, no dia da vistoria, alguns itens. Veja quais são:

• Cópia do memorial descritivo para verificar se as especificações e marcas de acabamento estão colocadas conforme o contrato.

• Fita métrica para verificar se as metragens estão corretas.

• Balde para jogar água e verificar se o caimento está correto.

• Máquina fotográfica para registrar imagens, sempre com a data.

• Carregador de celular para verificar de funcionamento regular das tomadas.

Cartilha

A vistoria minuciosa evita problemas futuros. Para se ter uma ideia, de cada dez prédios entregues em São Paulo, pelo menos três apresentam falhas. Os dados são da Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências (AMSPA). “Percebemos que na ânsia de receber as chaves ou até mesmo por desconhecimento técnico, o proprietário não toma as devidas precauções na verificação do empreendimento”, diz o presidente da entidade, Marco Aurélio Luz. Para ajudar os consumidores, a AMSPA tem uma cartilha com orientações, dicas e cuidados para o momento da vistoria.

A cartilha está disponível na sede da entidade, em São Paulo, mas o conteúdo do informativo também está disponível no site (www.amspa.org.br). Outras informações sobre a cartilha podem ser obtidas pelo telefone (11) 3292-9230.

Documento

Josiclér explica que as chaves devem ser entregues após a expedição do Certificado de Vistoria e Conclusão de Obras (CVCO), emitido pela prefeitura. Esse é o documento popularmente conhecido como “habite-se”.

“O imóvel está apto a ser entregue ao comprador somente após a concessão desse certificado pelo município. Por isso é importante verificar com a construtora se já foi expedido o ‘habite-se’ do imóvel, e também se foi averbado na matrícula junto ao Cartório de Registro de Imóveis”, explica a advogada. Josiclér enfatiza que, após o recebimento das chaves do imóvel – ato que caracteriza o recebimento da posse – o comprador assume a responsabilidade pelo pagamento de taxas condominiais e impostos.

ItensEspecialistas orientam que o ideal é fazer a vistoria de dia, pois a luz adequada é fundamental para verificação de defeitos. Veja alguns dos itens que devem ser vistoriados:

• Pintura.• Tomadas e pontos elétricos.• Torneiras, metais, sifões e vaso sanitário.• Caimento de pisos e ralos.• Revestimentos dos pisos e paredes, inclusive falhas no rejunte.• Esquadrias, lembrando-de verificar se os caixilhos funcionam normalmente.• Janelas: confirmar se abrem e fecham corretamente e, ainda, se a vedação está de acordo.• Portas, verificando o encaixe nos batentes, e testar as chaves.• Forro de gesso: manchas são sinais de vazamento.• Contrapiso: um desnível de 3 centímetros já prejudicará a colocação de piso, assim, na vistoria, este desnível deve ser verificado e corrigido, se for o caso.

Fonte: Gazeta do Povo.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai