PARA REFLETIR…

TEMPLATE_310715 “É mais fácil obter o que deseja com um sorriso do que com a ponta de uma espada.”

William Shakespeare.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

OITO PASSOS PARA FAZER UMA HORTA EM CASA

TEMPLATE_230715Você acorda de manhã, pega a couve fresquinha pra fazer o suco verde. Prepara aquele macarrão com tomatinhos e dá o toque final com manjericão recém tirado do pé. Faz um chá de hortelã com hortelãs cultivadas e colhidas por você. Sério, uma das coisas mais gostosas que tem é ver todo o desenvolvimento daquilo que te alimenta, da semente até quando já é hora de ir pro prato. Tudo ali cultivado sem veneno e, sim, com muito amor. E não é porque você mora em apartamento que não pode ter uma horta pra chamar de sua.

1) Escolha vasos retangulares, não tão profundos, não tão rasos. Algumas plantinhas conseguem se adaptar bem com outras no mesmo vaso, como manjericão, pimenta, orégano e salsinha. Hortelã e trigo, por exemplo, são plantas que crescem se ramificando, então é legal ficarem sozinhas em vasos retangulares. Você pode ter vasos de plástico, que são bem fechados e retêm a umidade e o calor e são bons para cultivar temperos, como o manjericão, ou vasos de terracota, que são porosos e permitem uma melhor evaporação do excesso de água e evita o encharcamento (e são bons para tomatinhos e outros legumes, por exemplo).

Aqui é legal lembrar que baldes velhos, latas, vidros e potes de plástico que iriam para o lixo podem servir como ótimos vasos: basta fazer orifícios no fundo deles com uma furadeira.

2) Preparar o solo é uma parte importantíssima do processo: misture metade de terra com metade de composto orgânico ou húmus de minhoca, que servem como vitamina para a planta. Como a horta vai estar em vasinhos, vale colocar pedras ou cacos de cerâmica no fundo para faciliar o escoamento da água.

Aqui é interessante lembrar que você pode ter uma composteira caseira e usar o adubo produzido por elas. É extremamente nutritivo para a terra, o que faz com que as plantinhas cresçam lindas e felizes.

3) Você tem que escolher se vai querer comprar mudinhas já crescidas e replantá-las ou se vai comprar as sementes e ver todo o processo de crescimento (se conseguir sementes orgânicas é sucesso total). É tudo uma questão de tempo e paciência. Se optar pelas sementes, geralmente elas vêm com informações na embalagem sobre o período e forma de plantio, assim como o espaçamento necessário entre as mudas. Nada de colocar as sementes muito no fundo pois elas podem não conseguir subir à superfície e morrer.

4) Pra começar, uma boa é cultivar ervas e temperos, que em pouca quantidade já dão um toque especial pro prato e você pode ir retirando pouco a pouco, sem matar a planta. Manjericão, orégano, tomilho, hortelã e orégano são ótimas opções. Pra quem quiser ir além, lá vão algumas sugestões: couve-manteiga, alface, cebolinha, beterraba, tomate-cereja (esse precisa de um suporte já que é uma planta estilo trepadeira), ervas aromáticas, rúcula, entre outras.

Leia na íntegra: https://catracalivre.com.br/geral/invencoes-ideias/indicacao/oito-passos-para-fazer-uma-horta-em-casa/

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

CAIXA ANUNCIA LINHA DE R$ 4 BI PARA FINANCIAMENTO DE ATÉ 85% DO IMÓVEL

TEMPLATE_270715Linha de crédito é para imóveis avaliados em até R$ 400 mil.
Taxas de juros efetivas variam entre 7,85% a.a e 8,85% a.a.

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta sexta-feira (24) que disponibilizou R$ 4 bilhões para a linha de crédito imobiliário pró-cotista – voltada para quem tem conta ativa no FGTS e pelo menos 36 contribuições – que permite financiar até 85% do valor de imóveis de até R$ 400 mil, pelo prazo máximo de 360 meses. As taxas de juros efetivas variam entre 7,85% e 8,85% ao ano.

A nova linha pode representar um novo estímulo ao mercado de crédito, que passou a ficar mais restrito após a Caixa ter reduzido em maio de 80% para 50% o teto dos financiamentos para imóveis usados avaliados em até R$ 750 mil.

Nesta semana, o Banco do Brasil anunciou que irá financiar até 90% do valor da casa própria na sua linha de financiamento pró-cotista. Apesar de fixar um teto maior que o da Caixa, a taxa de juros cobrada pelo banco é de 9% ao ano. A estimativa do BB é disponibilizar cerca de R$ 1 bilhão para novas operações.

Na linha pró-cotista os juros são mais baixos do que os cobrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), com recursos da poupança. Por outro lado, o valor dos imóveis está limitado a 400 mil, tanto novos como usados.

Segundo a Caixa, desde o início do ano, foram contratados R$ 1,35 bilhão em financiamentos dentro da linha pró-cotista. Ainda de acordo com o banco, as condições para contratos nesta modalidade não sofreram alterações.

Regras de participação
Para poder participar da modalidade de crédito pró-cotista o interessado precisa ter trabalhado 36 meses, consecutivos ou não, sob regime do FGTS. Caso o cliente não possua contrato de trabalho ativo, deve possuir saldo em conta vinculada do FGTS correspondente a, no mínimo, 10% do valor do imóvel. O cliente também não pode ser proprietário de imóvel no município onde reside ou trabalha, e nem nos municípios vizinhos e integrantes da mesma região metropolitana.

Mercado de crédito mais restrito
O novo estímulo ao mercado imobiliário acontece após o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ter aprovado novas condições e um aumento de R$ 5 bilhões no crédito disponível para a linha pró-cotista ante uma previsão anterior de apenas R$ 800 milhões este ano. Apesar da liberação de mais recursos, o valor dos imóveis que podem ser financiados pela linh foi reduzido de R$ 750 mil para R$ 400 mil.

O reforço nesta linha de crédito faz parte também do esforço do governo de evitar uma retração muito grande na oferta de crédito imobiliário depois que os saques na caderneta de poupança aumentaram e reduziram o valor disponível para os empréstimos no Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Em junho, a caderneta da poupança registrou saída líquida (retiradas menos depósitos) de R$ 6,26 bilhões – a maior para o mês desde o início da série histórica, em 1995.

Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário (Abecip), entre janeiro e maio de 2015, o volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis com recursos das cadernetas de poupança somaram R$ 38,9 bilhões, o que corresponde a uma queda de 11,8% na comparação com o mesmo período de 2014.

Fonte: g1.globo.com

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_260715Ponte Torta é finalista de prêmio nacional de patrimônio

O programa de Zeladoria do Patrimônio Histórico, aplicado em Jundiaí no processo de recuperação da Ponte Torta, está representando o Estado de São Paulo na etapa brasileira do prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. O resultado final será definido nas próximas terça (28) e quarta-feiras (29) na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em Brasília.

A etapa nacional conta com 57 ações em duas categorias selecionadas nos estados a partir de 234 projetos habilitados para a disputa do prêmio. O projeto da cidade, que integra o campo do programa, foi aprovado na categoria 1, chamada de “iniciativas de excelência em técnicas de preservação e salvaguarda do patrimônio cultural”, que visa valorizar e promover iniciativas de excelência em preservação e salvaguarda, envolvendo identificação, reconhecimento e salvaguarda, pesquisas, projetos, obras e medidas de conservação e restauro.

No momento, o projeto está em fase de construção da praça temática, que vai formar com o monumento e um pequeno mirante a nova paisagem desse patrimônio histórico de Jundiaí.

O prêmio – O Programa de Zeladoria do Patrimônio, bastante contemporâneo aos formatos de participação democrática das políticas culturais, é o único representante de sua categoria no Estado de São Paulo (na outra, de promoção do patrimônio, foi indicado o caso  de  “O Milagre de Santa Luzia e Histórias de Tradição) para o mais importante prêmio do gênero no país.

Fonte: Jornal de Jundiaí.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

PARA REFLETIR…

TEMPLATE_240715 “Sei que meu trabalho é uma gota no oceano. Mas sem ele o oceano ficaria menor”.

Madre Teresa de Calcutá.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

BB FINANCIA ATÉ 90% DO IMÓVEL COM JUROS DE 9% PELO FGTS

TEMPLATE_230715O Banco do Brasil oferece a partir dessa semana a nova linha de crédito do FGTS para financiamento imobiliário.

Chamada de Pró-Cotista, a linha terá R$ 1 bilhão para os clientes do banco financiarem imóveis de até R$ 400 mil.

O BB financiará até 90% do valor do imóvel, pelo prazo máximo de 360 meses (30 anos) e juros de 9% ao ano.

As novas condições de financiamento, definidas em maio pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), determinam que os interessados em contratar a linha devem ter conta ativa no FGTS, ou seja, estarem trabalhando com carteira assinada, e um mínimo de 36 contribuições, consecutivas ou não.

Para o cliente que não tiver conta ativa, é exigido que o saldo total no FGTS seja igual ou superior a 10% do valor do imóvel.

A nova linha faz parte o esforço do governo de evitar uma retração muito grande na oferta de crédito imobiliário depois que os saques na caderneta de poupança aumentaram e reduziram o valor disponível para os empréstimos.

A Caixa Econômica Federal, principal instituição nesse segmento, teve de reduzir a parcela de financiamento de 80% para 50% pela queda nos saldos da poupança.

Os bancos em geral diminuíram as operações de crédito por conta da retração da economia e do aumento do desemprego.

Tanto a Caixa quanto o Banco do Brasil passaram a oferecer sorteios de prêmios para os poupadores, como forma de tentar limitar os resgates da caderneta.

Em abril, a carteira de crédito imobiliário do BB atingiu R$ 42,06 bilhões, um crescimento de 45,9% em 12 meses.

Para as linhas que utilizam o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), em que o cliente utiliza seus recursos do FGTS na compra, o banco já havia ampliado o prazo de financiamento para até 420 meses (35 anos) e elevado para até 80% o limite de financiamento.

Fonte: Exame.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

CANTINHO DESCOLADO: COMO MONTAR UM BAR EM CASA MESMO COM POUCO ESPAÇO?

TEMPLATE_200715Além de mais aconchegante, receber os amigos em casa em vez de ir a bares ou restaurantes também pode ser uma opção mais econômica e segura. No entanto, a pergunta que fica é: como ter um cantinho descolado no conforto de seu próprio apartamento, mesmo que ele seja pequeno? Esse é um dos grandes desafios. Afinal, todo mundo quer um bar para chamar de seu!

A boa notícia é que não é preciso muito para ter um ambiente charmoso com essa finalidade. O mais importante é que esse espaço (independente do tamanho disponível) tenha a sua cara e funcione de acordo com as suas expectativas. Via de regra, ter uma superfície livre para posicionar as garrafas e um pouco de criatividade já é meio caminho andado em direção ao bar dos seus sonhos! Vamos nos inspirar?

Acredito que muito da sensação “convidativa” de um bar está relacionada ao arranjo das bebidas, dispostas para serem degustadas, sem pressa. Dessa forma, uma ótima alternativa para se criar essa atmosfera é deixar as garrafas visíveis em nichos, por exemplo. Eles podem ser embutidos em painéis ou, ainda, em volumes individuais, ganhando mais graça e descontração se forem coloridos. Para que esse ambiente funcione, entretanto, é essencial ter uma área de bancada próxima que sirva como apoio para os copos e taças e também para a preparação dos drinques. Se for possível ter uma cuba próxima a essa área, melhor ainda. Para ajudar no clima, soluções de iluminação, como luminárias embutidas direcionáveis, pendentes ou fitas de led nos nichos, são ótimas alternativas.

Para quem gosta da ideia de bar somente para receber os amigos e não no dia a dia, ou não quer fazer uma mudança tão radical nos móveis que já possui, uma alternativa simples e barata é ter uma bandeja. Isso mesmo, uma bandeja. Charmosas, elas acomodam os copos, taças e garrafas de forma prática e podem ser posicionadas em qualquer local da casa. Assim, você terá um “bar” móvel e adaptável às necessidades de cada encontro. Quando receber mais amigos, o ideal é ter uma bandeja somente para as bebidas e outra para as taças e acompanhamentos.

Falta de espaço ou orçamento pequeno não é desculpa para deixar de lado criatividade e capricho. Vamos lá, todo mundo pode ter um bar para chamar de seu!

Fonte: Revista Pense Imóveis.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

INFORMATIVO JUNDIAÍ

TEMPLATE_19071518 sinais de quem nasceu e/ou foi criado em Jundiaí

Há algum tempo a lista abaixo circulou no Facebook e fez muito sucesso. Hoje, relembramos esses 18 sinais que só quem vive em Jundiaí vai entender. Se você mora na cidade vai se identificar, e se está pensando em se mudar para ela com certeza vai gostar de saber essas curiosidades!

1)Você sabe cantar o Hino de Jundiaí. Paulistano não sabe cantar o hino de São Paulo. Carioca tampouco. Mas o “Ó terra querida Jundiaí” todo jundiaiense sabe. Pelo menos a primeira estrofe. E canta com orgulho.

2) Você come coxinha de queijo para espanto do resto do mundo. Invejosos dirão que coxinha só pode ser de frango (afinal, frango é que tem coxa, e não queijo). Tudo bem. Mas o verdadeiro jundiaiense sabe que coxinha tem de ser de ambos os sabores (ou mesmo os dois juntos). E não adianta chamar de bolinha de queijo. Esse é outro salgadinho

3) Turbaína com tudo combina. Turbaína (com o r beeeeem puxado) é para o jundiaiense o que a Inka Kola representa para os peruanos ou o Guaraná Jesus para os maranhenses. É deliciosa, ainda mais se você compra no boteco aquela que está envasada na garrafa de cerveja normal. Mais clássico que isso, só se tomasse no balcão d’A Paulicéia ou do Bar do Pedro no Mercadão…

4) Branquinho? Corretivo? Não! É ERROREX! Motivo de discussões pesadas com não-jundiaienses, que não conhecem o VERDADEIRO nome do líquido usado para corrigir erros em documentos já impressos…

5) “Vou na cidade comprar umas coisas”. O jundiaiense nunca vai ao “centro da cidade”, mas sim “subir na cidade”. Pode ser que more a dez minutos caminhando da Matriz. E não adianta.

6) “E você é do quê mesmo?”. Ao se apresentar para uma pessoa mais velha não basta nome e sobrenome. Fale o bairro e quem é o parente mais conhecido. Eu, por exemplo, sou Samuel Vidilli, dos Vidilli na Bela Vista.

7) Sabe que tem um jundiaiense em qualquer lugar do mundo e ao viajar sempre encontra o conhecido do conhecido… Jundiaienses se atraem. E isso acontece em qualquer lugar do mundo. E é verdade.

8) Maria dos Pacote, a lenda real mais querida! Em qualquer lugar do mundo usa-se o Homem do Saco para assustar as crianças. Aqui era a Maria dos Pacotes, que na verdade não assustava ninguém.

9) Pode nunca ter ido lá pessoalmente, mas ama profundamente a Serra do Japi. Jundiaiense, ao chegar de SP, olha para aquele maciço verde do lado esquerdo da janela e já se sente em casa. Não adianta. E tem orgulho de morar do lado do mato.

10) Você usa palavras italianas no dia-a-dia e nem se dá conta. Aqui, come-se “fêta” de bolo, a mulher sai com os “gambito” de fora, depois do almoço dá aquela “vóia”, e se a pessoa é ruim sempre sai um “saláme”, um “fio dun cane” ou um “lasquifento”. Tudo isso tem raiz italiana.

Leia na íntegra: http://japracasajundiai.com.br/18-sinais-de-quem-nasceu-eou-foi-criado-em-jundiai/

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br

CONHEÇA AS FERRAMENTAS E ACESSÓRIOS IMPRESCINDÍVEIS PARA SE TER EM CASA

TEMPLATE_160715Itens essenciais: é importante ter em casa algumas ferramentas para não passar por apuros quando um utensílio, objetos ou aparelho apresenta defeito. Parafusar uma peça solta, substituir um chuveiro ou interruptor, instalar um varal são tarefas corriqueiras que podem ser executadas com um kit básico.
Veja a seguir em quais ferramentas investir:

1) Conjunto de chaves de fenda e Philips: servem para parafusar. Vale investir em um kit com ao menos três chaves de tamanhos e tipos diferentes

2) Conjunto de chaves de boca: são necessárias para apertar porcas e parafusos com cabeça sextavada

3) Pregos, parafusos e buchas: o ideal é ter ao menos um kit, com dez peças de cada tipo e diferentes tamanhos e espessuras

4) Furadeira de impacto e brocas de dimensões variadas para furar madeira ou concreto: ideal para a instalação de pequenos móveis, como prateleiras, além de cabideiros, varais, quadros e espelhos. Uma dica! Escolha um modelo simples, mas de marca confiável, se você utiliza esse equipamento esporadicamente

5) Martelo de carpinteiro: serve para pregar e remover pregos. Escolha um modelo com um bom peso e cabo ergonômico

6) Chave de grifo: inprescindível para os reparos hidráulicos

7) Nível e trena: fundamentais para instalar prateleiras, varões de cortinas e quadros, servem para medir e conferir o nivelamento. No caso da trena, opte pelas com, no mínimo, cinco metros

8) Alicates: ajudam a cortar, segurar e despender objetos. O ideal é ter pelo menos dois: um universal (para apertar porcas, dobrar metais e isolar rede elétrica) e outro plano (embaixo, na foto). Se sobrar um troco, compre também um de corte (no meio da imagem)

9) Lápis comum: tenha sempre no seu kit, para fazer marcações

Fonte: UOL Mulher.

#yaridimoveis  #imobiliariaemjundiai

……………………………………………………..
Yarid Consultoria Imobiliária
Imobiliária em Jundiaí – SP
Realizar seus sonhos é a nossa meta.
www.yaridimoveis.com.br